Partilhar:

Ser uma mulher em idade fértil significa ter a possibilidade de conceber uma criança, mas tal pode não ser uma realidade tão fácil de conquistar para todas as mulheres.

Em primeiro lugar, porque nem todas nós estamos a par do que ocorre no nosso organismo e nem sempre sabemos bem o que fazer para aumentarmos as chances de engravidar e levar uma gravidez saudável a bom porto. De facto, a fertilidade feminina é um tema complexo que traz a lume uma série de dúvidas e questões que as mulheres precisam de ver esclarecidas.

Pois bem, uma dessas dúvidas assenta em saber em que consiste a ovulação e, mais, distúrbios do sistema reprodutivo como a anovulação.

Ovulação versus Anovulação

Ovulação versus Anovulação

Ora, se a ovulação consiste na libertação do óvulo pelo ovário que, posteriormente, percorrerá as tuas Trompas de Falópio, seguindo em direção ao teu útero com o intuito de ser fecundado, a anovulação consiste – pura e simplesmente – na ausência deste processo.

Quer isto dizer que a anovulação, consistindo na não libertação do óvulo, pode ser um fenómeno natural (e fisiológico) ou, noutros casos, representar um distúrbio de cariz hormonal a que todas devemos estar atentas.

 

Anovulação fisiológica ou distúrbio hormonal?

Anovulação fisiológica ou distúrbio hormonal?

No primeiro caso, a anovulação fisiológica pode ocorrer numa fase anterior à puberdade (quando a mulher ainda não é fértil), já depois de engravidar (e também na fase de amamentação), bem como depois da menopausa – a fase que corresponde ao fim da idade reprodutora da mulher.

Contudo, pode também estar associada a patologias do sistema reprodutor e distúrbios provocados pelo desequilíbrio hormonal. Se tens alguns destes sintomas, é provável que sofras de anovulação.

 

banner produto pcos

 

Sintomas da anovulação por desequilíbrio hormonal

  • Menstruação parca, irregular ou mesmo ausente;
  • Excesso de pelos no corpo e rosto;
  • Secreções nos mamilos;
  • Não sentir dor ou qualquer desconforto nos teus seios;

Queres saber quais são as causas associadas a este segundo tipo de anovulação? Então, acompanha-nos.

 

causas da anovulação

Outras causas da anovulação

Além dos cenários naturais acima descritos, a anovulação também pode ser causada por certos distúrbios como:

  • Excesso de peso e obesidade;
  • Perturbações ao nível da tiroide;
  • Síndrome dos Ovários Poliquísticos (SOP);
  • Outras enfermidades.

Ademais, há ainda certos estilos de vida que podem potenciar a anovulação e, consequentemente, provocar a infertilidade feminina. Algumas delas são:

  • Má alimentação;
  • Consumo de tabaco e álcool;
  • Falta de exercício físico;
  • Noites mal dormidas e má qualidade de sono;

Como vês, há várias coisas que estão ao teu alcance para que possas evitar a anovulação e até aumentar as tuas possibilidades de levar uma vida reprodutora saudável.

Segue os nossos conselhos!

 

causas de não ovular

O que podes fazer para tentar evitar a anovulação

Contudo, como já te fizemos ver, há algumas medidas que podes adotar para a combater.

Em geral, levar uma vida saudável. Em particular, procurando ter uma alimentação equilibrada — rica em vegetais e frutas, ferro, carnes pouco gordurosas e livre de alimentos processados e excesso de bebidas alcoólicas —, manter o seu peso controlado, fazer atividade física com regularidade, tentar diminuir o seu nível de stress etc. E, claro, não faltar à sua consulta anual de ginecologia é impreterível para vigiar a saúde do seu sistema reprodutor e despistar algum problema como a anolvulação ou qualquer uma das enfermidades que a causam.

 

anovulação por síndrome de ovários poliquísticos

A anovulação causada pela SOP e como combatê-la

A Síndrome dos Ovários Poliquísticos é uma das principais causas das menstruações anovulatórias e é responsável por cerca de 30% dos casos de infertilidade feminina que daí advém.

Mais concretamente, a SOP consiste num distúrbio hormonal caraterizado pela formação de quistos nos ovários, precisamente provocada pela incapacidade de desenvolver e libertar corretamente os óvulos.

Quando uma mulher em idade fértil sofre de SOP um dos sintomas mais frequentes é a menstruação irregular e, em casos mais extremos, a ausência de menstruação – normalmente sinal de anovulação.

No entanto, a boa notícia é que, além de existirem tratamentos médicos e opções de vida saudável que te podem ajudar a combater este problema, existe também um suplemento natural que vem em teu socorro.

O que mais posso fazer?PCOS suplemento alimentar para SOP

Falamos do PCOS®, um suplemento 100% natural encapsulado, concebido especialmente para te ajudar a regular os ciclos menstruais – sobretudo para quem sofre de SOP – e para melhorar outros sintomas que possam estar associados a essa desregulação hormonal (como o hirsutismo, a queda de cabelo, a fadiga extrema ou a acne em demasia).

O PCOS® tem uma fórmula única – cuja eficácia já foi comprovada por várias mulheres –  composta por inúmeras vitaminas, nutrientes e minerais que são essenciais à saúde de qualquer organismo e particularmente importantes no que toca à regulação dos teus ciclos ovulatórios.

Além do mais, tem a vantagem de não conter químicos e, por isso, não ter efeitos colaterais.

Experimenta! Prometemos-te resultados.

 

Onde posso encontrar PCOS®?

Nas farmácias

Solicite-o com o código nacional: 
C.N.P. 6283283

Siga-nos no Facebook

Partilhar: