dores mesntruais

Dores menstruais — causas mais comuns

As dores menstruais afetam entre 25% a 60% das mulheres em idade fértil – podendo levar a que estas abdiquem de muitas das tarefas do seu dia a dia – e, por vezes, até mascaram problemas de saúde relativamente mais graves. O termo técnico para as dores decorrentes da menstruação é dismenorreia, ou seja, cólicas abdominais ou pélvicas que antecedem ou coincidem com o teu período menstrual.

Todas as mulheres sofrem, mensalmente, deste tipo de desconforto — umas com mais intensidade do que outras. Mas afinal, quais as causas, os sintomas e as soluções para atenuar e combater este mal-estar, tão comum a tantas mulheres?

 

mulher com dores menstruais

Dores menstruais: principais sintomas associados

Além das referidas cólicas, há muitos outros sintomas muito associados à hemorragia menstrual, que se intensificam à medida que as tuas dores menstruais se agravam. E quais são eles?

  • dores de cabeça;
  • cansaço e fadiga;
  • inchaço abdominal;
  • peito dorido e sensível;
  • irritabilidade e mudanças de humor;
  • aparecimento ou agravamento de acne;
  • hipersensibilidade à dor;
  • náuseas e vómitos, tonturas e diarreia.

Estes sintomas – como a própria dismenorreia – são reações do teu organismo a esta fase do mês, indissociável da questão da fertilidade. Por isso, está atenta a eles!

 

dor causa pelo periodo TPM

Principais causas para as dores menstruais

 No ciclo menstrual, as paredes do teu útero estão mais espessas para que estejam mais preparadas para o caso de haver a fecundação de um óvulo. Se não houver fecundação, o teu organismo tem de o expulsar — e, por isso, tens o chamado período menstrual.

Durante esse processo, o que acontece é que são libertadas substâncias designadas por prostaglandinasque provocam a contração do útero e te fazem sentir estas dores.

Contudo existem muitos outros fatores que podem agravar os sintomas e a intensidade da dismenorreia. Alguns deles são tão simples como fumar ou beber álcool durante a menstruação, ter excesso de peso, ter tido a primeira menstruação muito cedo.

Além disso, as dores menstruais podem ser agravadas por:

  • falta de magnésio no teu organismo
  • deficiência de vitamina B6 e ácidos gordos essenciais
  • mudanças hormonais bruscas e significativas
  • doenças e distúrbios como a endometriose ou a Síndrome do Ovário Poliquístico

 

dicas para aliviar as dores menstruais

Dicas para aliviar as dores menstruais

És uma mulher em idade fértil e vives atormentada pelas dores menstruais? Não te preocupes: há muitas dicas que podes seguir para aliviar esta dor — que ocasionalmente pode até afetar as tuas costas e pernas.

Vamos às soluções!

  • Recorrer a massagens. Em geral, as massagens podem aliviar as dores corporais, por isso também durante o teu período menstrual podes massajar a zona abdominal e pélvica, descontraindo-a com movimentos circulares suaves.
  • Aplicar calor. Colocar um saco de água quente na zona abdominal, assim como tomar um banho de água quente ajuda a aliviar a dor.
  • Praticar exercício físico. Tal como vários estudos têm vindo a demonstrar, a prática de exercício físico pode ajudar no combate ao desconforto provocado pela menstruação.

 

síndrome de ovários poliquísticos e dor menstrual

Síndrome do Ovário Poliquístico e dores menstruais

Se sofres de SOP (Síndrome do Ovário Poliquístico) significa que tens uma perturbação hormonal que causa a formação de microquistos nos teus ovários. Uma das consequências desta disfunção — que pode até levar à infertilidade — é a menstruação irregular, excessiva, ausente ou a dismenorreia.

 

banner produto pcos

 

A SOP nem sempre é fácil de diagnosticar, pelo que — se suspeitas que possas sofrer desta síndrome — deves estar, sobretudo, atenta aos sinais do teu corpo e, caso necessário, consultar o teu médico.

Por isso, se sofres de dores menstruais muito intensas, deves saber que a SOP está no leque das principais causas e agravantes deste comportamento feroz e incómodo do teu organismo.

Portanto se a tua dismenorreia for agravada pela SOP, fica a conhecer as soluções indicadas.

 

PCOS: uma solução para as dores menstruais agravadas pela SOPproduto PCOS

A Síndrome do Ovário Poliquístico e a dismenorreia por ela agravada resultam de uma resistência à insulina provocada por fatores genéticos e hormonais que, por sua vez, são muito piorados por certos comportamentos diários e por alguns fatores ambientais.

Assim, para combater a dismenorreia associada à SOP deves, sobretudo, levar uma vida saudável, orientada por opções como:

  • utilizar uma pílula cuja composição hormonal se adequa às caraterísticas do distúrbio;
  • praticar exercício físico com regularidade;
  • procurar tarefas e atividades relaxantes;
  • ter uma dieta equilibrada.

Quando as dores menstruais forem, de facto, difíceis de suportar, está na altura de consultar um médico e pode também tomar um suplemento natural como PCOS.

PCOS contém extrato de alfarroba, vitamina B6, B9, B12, entre muitos outros constituintes que ajudam ao processamento metabólico da testosterona, regulando a tua atividade hormonal e combatendo a resistência do teu organismo à insulina.

Se optares por este suplemento 100% natural com cápsulas vegetais, fica a saber que bastará tomares uma cápsula por dia — se possível sempre no mesmo horário — e ao fim de seis semanas certamente notarás que tens menos acne, que o teu cabelo está mais forte, sentirás menos cansaço e, quem sabe, menos dores menstruais.

 

BOTAO OPINIOES

 

Partilhar:

PCOS® é um suplemento alimentar que contribui para o alívio dos sintomas da Síndrome dos Ovários Poliquísticos como o acne ou a menstruação irregular.

como encomendar pcos®

COMPRAR ONLINE

A partir de 2 caixas, o envio é grátis

300 509 108

De segunda a sexta-feira das 8 ás 16h (telefone fixo nacional)

NA SUA FARMÁCIA
Solicita PCOS® com:
  • nome do produto 
  • Se não encontrares o produto desejado na tua farmácia de confiança, lembra que o farmacêutico pode encomendá-lo com o Código Nacional Português6283283.
Se não conseguires encontrar o suplemento nas farmácias da tua área, escreve a: consultas@laboratoriosniam.com.

Posts relacionados

AS NOSSAS REDES SOCIAIS

Pcos®

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *