Partilhar:

A prática de exercício físico traz inúmeros benefícios para a sua saúde e também a nível estético. Por isso é que as mulheres de todas as idades se preocupam tanto com ele!

Em particular, porque o exercício físico aumenta a produção de endorfinas – hormonas utilizadas pelos neurónios na comunicação do sistema nervoso –, diminuindo, assim, a tensão muscular que um dia de trabalho intenso ou uma rotina agitada lhe possam causar.

De facto, o exercício ajuda a baixar os níveis de stressrepelindo estados de ansiedade, nervosismo ou mesmo de depressão!

Além disso, existem modalidades de exercício físico para todas as idades – e para todos os gostos – e, por isso, mesmo se estiver na menopausa, não há desculpa para não se mexer! O importante é fugir do sedentarismo e informar-se junto de um profissional da área sobre que tipo de treino mais adequado à sua idade, ao seu estilo de vida e à sua condição física. Acredite em nós: mesmo uma simples caminhada diária pode trazer mais vantagens do que imagina.

 

exercicios e saude na menopausa

Exercícios fundamentais para qualquer plano de treino

Qualquer que seja o seu tipo de treino, este deve sempre integrar exercícios que se focam, sobretudo, em quatro regiões e necessidades do seu corpo:

  • no bom funcionamento do seu coração e da sua respiração;
  • no fortalecimento dos seus músculos;
  • no treino da sua coordenação motora;
  • e no desenvolvimento da sua flexibilidade.

Trabalhar todas estas coisa é essencial para manter um corpo forte, saudável e pronto para todos os desafios do dia a dia de uma mulher, e em particular para atravessar a menopausa.

Vejamos, então, porque é que cada um destes pilares é tão indispensável para um treino completo que a ajude a moldar o seu corpo e a mantê-lo equilibrado durante a menopausa:

 

casal exercicio fisico

Coração e respiração

Os exercícios cardiovasculares são extremamente benéficos porque a obrigam a mexer todo o seu corpo, aumentando a sua frequência cardíaca e respiratória.

Este tipo de exercício melhora a capacidade que o coração tem de bombear sangue para o seu corpo, fornecendo oxigénio aos órgãos e combatendo o endurecimento arterial – responsável por enfermidades como a Doença Arterial Periférica.

 

Andar de bicicleta, praticar natação, fazer caminhadas e correr – ao ar livre ou numa passadeira – são apenas alguns dos exercícios cardiovasculares que a mulher, de qualquer idade, pode e deve fazer. Contudo, é preciso ter em atenção que uma mulher nos seus 20-30 anos terá, à partida, mais resistência do que uma mulher mais velha. Por isso, se estiver na menopausa e não souber que tipo de exercício fazer, é importante pedir o aconselhamento profissional junto daqueles que conheçam, ao detalhe, o seu estado de saúde e a sua condição física.

 

mulher a fazer exercicios de forca

Fortalecimento muscular

Para fortalecer os seus músculos na medida certa, as mulheres devem optar por exercícios com pesos moderados e adaptados à sua força, utilizando elásticos, máquinas no ginásio ou – o que é ideal para as idades mais avançadas – simplesmente pela utilização do próprio peso corporal.

Algumas modalidades são especialmente adequadas à tonificação e fortalecimento muscular, como:

  • pilates
  • ginástica localizada
  • TRX
  • yoga
  • danças de salão

E tantas outras modalidades de intensidade moderada, além de divertidas.

 

estiramentos e equilibrio

Coordenação motora

A sua coordenação motora é absolutamente necessária para todas as tarefas do seu dia a dia.

Neste campo, são essenciais os exercícios que fortalecem o seu equilíbrio, obrigando-a, por exemplo, a transferir – sem dificuldade – o seu peso de um pé para ou outro ou a manter-se estável numa só perna. E sim, isto até pode parecer básico, mas, na verdade, ter um bom equilíbrio e a força abdominal que o assegure são cruciais para realizar as tarefas mais físicas do seu dia com desenvoltura, evitando quedas, maus jeitos e até dores de cabeça.

 

flexibilidade

Flexibilidade

Também a flexibilidade é uma vertente do exercício físico que deve estar sempre presente nos seus treinos, porque evita a rigidez e tensão muscular, melhora a sua postura, a circulação sanguínea e mantém as suas articulações lubrificadas.

Se estiver na pré-menopausa ou na menopausa a flexibilidade continua a ser muito importante, não só para a ajudar chegar às prateleiras mais altas da sua cozinha, mas também para tornar as suas relações sexuais mais dinâmicas e o seu corpo mais relaxado (ajudando-a a combater, por exemplo, os afrontamentos e as insónias).

Alguns dos exercícios que podem ajudá-la a melhorar a sua flexibilidade são os seguintes:

  • alongamento do peitoral;
  • alongamento dos ombros;
  • alongamento das pernas (e em particular dos músculos da coxa, dos quadríceps e dos glúteos);
  • alongamento dos músculos do trapézio.

Confie em nós: a flexibilidade só traz vantagens!

 

flatlay climafortClimaFort: um complemento da sua rotina de atividade física

O ClimaFort é um suplemento natural em cápsulas especialmente concebido para atenuar os sintomas da menopausa como afrontamentos, irritabilidade, fadiga e insónias. Ou seja, para potenciar os efeitos positivos da prática regular do exercício físico moderado adequado a cada mulher!

Contando com mais de 12 nutrientes, inúmeras vitaminas e minerais (como a vitamina K2, B5, B6 e B12), o ClimaFort equilibrará os seus níveis hormonais de forma 100% natural – e sem efeitos secundários!

Com a toma de uma única cápsula por dia, as mulheres na idade da menopausa deverão sentir a diferença depois de um período de quatro a sete semanas. Além disso, a sua toma é compatível com o uso de outros medicamentos.

Este suplemento, combinado com uma alimentação saudável, descanso e um plano de exercício físico que inclua todas as vertentes de que aqui falámos, pode ser a chave para uma menopausa despreocupada.

Bons treinos!

Onde posso encontrar ClimaFort®?

Nas farmácias

Solicite-o com o código nacional: 
C.N.P. 6283275

Também pode interessar-lhe...

Os inúmeros benefícios das plantas medicinais

Menopausa sem afrontamentos Saiba mais   Saiba mais   Já alguma vez ouviu falar das plantas medicinais? Atualmente, vivemos num mundo cada vez mais consciente para as questões ambientais e em que a própria investigação científica, que...

read more

Siga-nos no Facebook

Partilhar: