fbpx

temas sobre as defesas

POSTS MAIS VISITADOS

Microbiota, Disbiose e Probióticos

Um adulto é habitado por cerca de 100 triliões de microrganismos (10 vezes as células do corpo humano) distribuídos pela pele, mucosa oral, mucosa vaginal, trato respiratório e principalmente concentrados no trato gastrointestinal (cerca de 40 triliões de bactérias vivem no cólon).1

Cada pessoa está colonizada, aproximadamente com 100 a 400, das quase 3000 espécies descritas, o que confere uma grande variedade entre indivíduos e o que faz com que cada um tenha a sua microbiota, ou seja, com uma composição única, tal como uma impressão digital.2

O que é a Microbiota?

A microbiota é constituída maioritariamente por bactérias, mas também por vírus, fungos, leveduras e fagos. No 1º ano de vida a microbiota intestinal varia muito, estabilizando por volta dos 1000 dias de vida (cerca de 3 anos), mantendo-se muito estável ao longo da vida.

A composição, diversidade e estabilidade da microbiota depende de: tipo parto (vaginal/cesariana), tipo de alimentação do bebe (leite materno ou leite adaptado), tipo de alimentação (rica em fibras ou gorduras), fatores genéticos, estado de saúde, localização geográfica, exposição a antibióticos/probióticos/prebióticos e do stress.

A interação normal entre o hospedeiro e os seus microrganismos é uma relação simbiótica (benéfica para ambos) muito avançada entre ambos.

A especificidade e a memória do sistema imunitário permitem distinguir e responder de modo diferente à microbiota, ou seja, promovendo uma relação de tolerância ou de ataque, dependendo do agente de que se trata.

A microbiota intestinal desempenha um papel fundamental na defesa do nosso organismo, pois cerca de 70% das células produtoras de anticorpos residem no intestino. Para além disto, a microbiota comunica muito eficazmente com o sistema imunitário, sendo capaz de modular a resposta imunitária (inflamatória ou anti-inflamatória).

desequilíbrio da microbiota em quantidade e/ou diversidade

O que é a disbiose?

A disbiose (desequilíbrio da microbiota em quantidade e/ou diversidade) tem sido muito estudada e está associada a múltiplas doenças, tais como, diarreia, diabetes, síndrome do intestino irritável, obesidade, depressão, ansiedade, autismo, alzheimer, asma, atopia, alergias, hipertensão, doença vascular periférica, cancro do cólon. Por outro lado, esta relação confere um potencial terapêutico muito grande ao nível da modulação da microbiota.3

Em consequência da disbiose (ex.: disbiose intestinal, disbiose vaginal), pode surgir determinada doença (ex.: diarreia, candidíase), e uma opção terapêutica para reequilibrar a microbiota e reestabelecer a saúde é o uso de probióticos.

Benefícios dos probióticos?

Com estes exemplos, pretendo ilustrar o potencial de uso de probióticos que exercem o seu efeito não só a nível intestinal, mas também a nível extra-intestinal, ou seja, noutro órgão, pois apesar de exercerem o seu efeito intestinal, isto vai repercutir-se noutro local do organismo.

Os probióticos são microorganismos vivos que conferem um benefício na saúde do hospedeiro quando administrados em quantidades adequadas. 1

Podem ser de origem fúngica (ex.: levedura – Saccharomyces boulardii CNCM I-745) ou bacteriana (Lactobacillus rhamnosus GG, Bifidobacterium longum 35624).

O que o doente deve saber?

Existem mais microrganismos no corpo humano do que células humanas. Dependendo do local onde habitam, designa-se por microbiota intestinal, microbiota vaginal, microbiota oral, etc. O local do corpo onde há mais bactérias é no sistema digestivo (principalmente no cólon).

Cada pessoa tem uma microbiota única. Uma microbiota saudável é um fator preditivo de saúde. Uma microbiota desequilibrada está relacionada com várias doenças, tais como, diabetes, obesidade, depressão, asma, alergias, diarreia, obstipação, síndrome do intestino irritável, autismo, vaginose bacteriana, candidíase, etc.

O objetivo dos probióticos é reequilibrar a microbiota e, consequentemente, repor a saúde ou dar mais saúde.

probióticos-kimchi

Os probióticos são microrganismos vivos que podem ser incorporados em produtos lácteos, produtos alimentares, alimentos funcionais, suplementos alimentares e em medicamentos.

Os prebióticos são substâncias não digeríveis pelo hospedeiro (fibras e açúcares complexos) que alimentam e estimulam os probióticos (microrganismos vivos). São exemplos de prebióticos a inulina, lactulose, fruto-oligossacáridos (FOS) e galacto-oligossacáridos (GOS). Os suplementos e medicamentos que contêm ambos designam-se por simbióticos.

A dose, a posologia, o local de conservação e o modo de preparação (quando existe) dos suplementos, dispositivos médicos e medicamentos contendo probióticos devem ser respeitados. A duração do tratamento pode variar caso a caso.

Mensagens-chave:

Uma microbiota “desequilibrada” afeta a saúde do hospedeiro. Os probióticos pretendem repor este equilíbrio e, consequentemente, dar mais saúde.

Não se pode fazer recomendações gerais para os probióticos porque a evidência científica dos probióticos é determinada estirpe a estirpe (ex.: Lactobacillus acidophilus La-14) e não por família, nem género, nem sequer espécie (ex.: Lactobacillus acidophilus).

É muito importante respeitar a dose, a posologia, a duração do tratamento (pode variar caso a caso), assim como as condições de conservação dos probióticos.


Paula Iglésias-Ferreira, Farmacêutica,

Formadora do Instituto Pharmcare e Autora das Dicas da Farmacêutica: www.dicasdafarmacêutica.pt

Referências Bibliográficas

1. Organização Mundial de Gastroenterologia. Probióticos e prebióticos. Diretrizes Mundiais da Organização Mundial de Gastroenterologia2017.

2. K. R. Human microbiom. . https://www.britannica.com/science/human-microbiome. Encyclopedia Britannica 2016.

3. Functional gastrointestinal disorders. From Childhood to Adulthhood. 2018 Oct.

EMITIUM® Imunologia é um suplemento alimentar que ajuda a fortalecer as suas defesas e contribui para combater o ataque de agressões externas.

como encomendar EMITIUM®

COMPRAR ONLINE

A partir de 2 caixas, o envio é grátis

300 509 108

De segunda a sexta-feira das 8 ás 16h (telefone fixo nacional)

NA SUA FARMÁCIA
Solicite Emitium® com:
  • nome do produto 
  • Se não encontrar o produto desejado na sua farmácia de confiança, lembre que o farmacêutico pode encomendá-lo com o Código Nacional Português: 6464925.
Se não conseguir encontrar o suplemento nas farmácias da tua área, escreva a: [email protected].

opiniões verificadas EMITIUM® Imunologia

Opiniões de clientes sobre EMITIUM® Imunologia

A classificação média é 4.61

Baseado em 23 opiniões

17
5
0
0
1
As avaliações são verificadas por
13 / 02 / 2021
Não conhecia o produto em si, mas pela sua composição agradou-me bastante e até agora estou satisfeita.
08 / 02 / 2021
Satisfeita com este produto até agora e espero alcançar bons resultados.
20 / 12 / 2020
Tenho ido mais vezes a casa de banho , deve ser normal digo eu !!!!
Laboratórios Niam respondeu o 08 / 01 / 2021
Bom dia, Muito obrigado pela sua confiança nos Laboratórios Niam e nos nossos suplementos. Emitium Imunologia é um suplemento alimentar de dupla ação que contém probióticos selecionados para ajudar a aumentar as defesas. Também contém vitaminas, minerais e extratos vegetais que fortalecem o sistema imunitário. Em relação aos sintomas que referiu, quando altera a sua alimentação, ou começa a toma de um suplemento alimentar, o trânsito intestinal pode variar mas normalmente se estabiliza ao fim de ums dias. Se tiver mais dúvidas, Escreva-nos, gostariamos muito de ajudar. Cumprimentos
Veja mais opiniões
Fechar opiniões
Cargando comentarios

temas sobre as defesas

POSTS MAIS VISITADOS

AS NOSSAS REDES SOCIAIS

emitium®

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

EMITIUM® Imunologia