deestacada pílula menopausa

Pílula anticoncepcional na menopausa: sim ou não?

Antes de entrarmos propriamente no tema do nosso artigo de hoje, convém começar por esclarecer o que é a pílula anticoncecional e como se define a menopausa. De facto, à partida não associamos a toma da pílula a esta fase de transição da vida da mulher e, por isso, podem surgir dúvidas em torno deste tema.

pílula na menopausa

O que é a pílula anticoncepcional e como é que funciona?

Ora, a pílula anticoncecional é um método contracetivo oral que contém hormonas específicas, como o estrogénio e progestagénios (um derivado da progesterona) que tem como função inibir a ovulação e, com um elevado grau de eficácia, levar ao impedimento da fecundação do óvulo pelo espermatozoide e evitar uma consequente gravidez. 

Além disso, a pílula pode as mulheres a regular os ciclos menstruais, bem como a aliviar as dores associadas à menstruação e a até diminuir o seu fluxo menstrual.

Nesse sentido, a toma da pílula é evidentemente o contracetivo ideal para as mulheres em idade fértil que não desejam engravidar.

doutora a olhar a cámara

A pílula e a entrada na menopausa

Todavia, quando a mulher entra na menopausa, aquela que é a etapa que marca o fim da fase reprodutiva, isto é, quando ‘esgota’ os seus óvulos, a toma da pílula – que pode ter sido o método contracetivo mais usado ao longo da sua vida – pode agora ser posta em causa.

doutora pílulas menopausa

Pílula na menopausa, sim ou não?

A dúvida é simples: pílula na menopausa, sim ou não?

Menopausa

Como dissemos, a menopausa é a etapa da vida da mulher que vem pôr fim à fertilidade feminina. É um período que surge normalmente por volta dos 45-55 anos de idade, pautado por descidas bruscas nos níveis de estrogénio (e consequentes flutuações hormonais) e acompanhado por diversos sintomas.

banner climafort lavanda

Entre os sintomas mais comuns e caraterísticos da menopausa contam-se:

  • dores de cabeça;
  • enxaquecas;
  • ondas de calor e afrontamentos;
  • secura vaginal e diminuição da libido;
  • tendência para acumulação de gordura abdominal;
  • alterações bruscas de humor;
  • diminuição da capacidade de concentração;
  • etc.

Mas além de todas as questões naturalmente colocadas aquando da entrada na menopausa, uma dúvida persistente (e pertinente) relaciona-se com saber se deve ou não continuar a tomar a pílula na menopausa.

Saibamos mais sobre isso.

engravidar na menopausa

É possível engravidar na menopausa?

O fim da idade fértil não implica necessariamente que abandone o seu método contracetivo de eleição, seja ele a pílula ou qualquer outro. Isto porque, com a chegada da menopausa, a sua fertilidade não cessa – como tantas vezes se julga – repentinamente!

Aliás, durante a pré-menopausa – o período de transição que antecede o fim da fertilidade feminina – é aconselhável que a mulher continue a tomar a pílula, já que esta é uma fase em que os seus ciclos são particularmente irregulares, mas ainda não inexistentes. Ainda há, portanto, uma baixa probabilidade de engravidar.

consulta médica

A pílula na menopausa: como tomar uma decisão

E este período da pré-menopausa pode levar entre um a cinco anos antes de a mulher atingir a menopausa propriamente dita. Esta, por sua vez, corresponde ao fim dos períodos menstruais espontâneos e pode ser confirmada apenas depois de 12 meses consecutivos sem menstruação. Assim, a toma da pílula na menopausa deixa de se justificar.

No entanto, convém lembrar que se sente que está a entrar na menopausa a primeira coisa que deve fazer é marcar uma consulta com o seu ginecologista e pedir-lhe opinião sobre este tema para que possa tomar decisão uma decisão informada.

flatlay climafort

E os outros problemas relacionados com a menopausa?

Além disso, se procura uma ajuda para apaziguar os incómodos sintomas que ilustram esta fase, saiba que pode controlá-los de uma forma natural, não só com uma alimentação equilibrada, mas também com exercício físico regular e a prática de atividades que favoreçam o seu relaxamento e bem-estar, ajudando a regular o seu sono.

Ademais, pode contar com a ajuda de um suplemento natural em cápsulas, especialmente concebido para aliviar esses sintomas tão caraterísticos da menopausa: ClimaFort. Com uma fórmula exclusiva à base do extrato patenteado de lúpulo (8-PN), mais de 12 nutrientes, vitaminas e minerais, ClimaFort ajudá-la-á a equilibrar os seus níveis hormonais e, consequentemente a sentir-se melhor!

clima e clima sonho banner

Esta é uma excelente alternativa ao polémico tratamento hormonal a que várias mulheres recorrem e que pode apresentar algumas consequências prejudiciais para a sua saúde. ClimaFort, por outro lado, não tem efeitos colaterais e é compatível com a toma de medicamentos.

O certo é que, caso tenha alguma dúvida sobre a toma de um suplemento 100% natural como o ClimaFort, sobre o tratamento hormonal ou sobre a toma de pílula na menopausa não hesite em contactar o seu médico.

Partilhar:

6 comentários em “Pílula anticoncepcional na menopausa: sim ou não?

  1. Beatriz Cardoso diz:

    Boa tarde, tenho 48 anos, estou na pré-menopausa e tenho muito medo de engravidar. Será que posso tomar Climafort e a pílula ao mesmo tempo ? Obrigado

    • Laboratorios NIAM diz:

      Olá, boa tarde Beatriz 😊
      Compreendemos a sua preocupação visto que na fase da pré-menopausa ainda é possível engravidar.
      Sim, pode tomar sem problema nenhum. ClimaFort não tem contraindicações nem interfere com medicamentos e também não tem efeitos secundários.

      • Laboratorios NIAM diz:

        Boa tarde Anita,
        A menopausa surge entre os 45 e os 55 anos e um dos sintomas mais evidentes é a irregularidade nos períodos menstruais.
        Em termos clínicos, a menopausa resulta no desaparecimento dos períodos menstruais durante, pelo menos, 12 meses consecutivos.
        No seu caso, aconselhamos que consulte o seu médico para que a oriente e faça os exames necessários e tenha um diagnóstico fiável.
        Cumprimentos.

  2. Jussara diz:

    Quero tomar pirilampo mas já estou no periods da menopausa tem três meses que não vem a menstruação como começar a tomar pirula sem menstruação?

    • Laboratorios NIAM diz:

      Olá, boa tarde Jussara 😊

      Obrigado pelo seu comentário.

      A menopausa chega entre os 45 e os 55 anos e um dos sintomas mais evidentes é a irregularidade nos períodos menstruais.
      Em termos clínicos, a menopausa resulta no desaparecimento dos períodos menstruais durante, pelo menos, 12 meses consecutivos.
      No entanto, aconselhamos que consulte o seu médico para que a oriente e faça os exames necessários e tenha um diagnóstico fiável.
      Cuide-se bem! Cumprimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *