fbpx

temas sobre as defesas

POSTS MAIS VISITADOS

Pneumonia: o que é?

Sabia que a pneumonia é uma das principais causas de hospitalização e mortalidade em Portugal? Esta doença pode trazer muitas complicações sérias para a sua saúde e é importante promover o bom funcionamento do seu sistema imunitário para se proteger dela.

Para isso, vamos dar-lhe a conhecer um pouco mais sobre esta doença de forma a que a possa prevenir.

Em que consiste a pneumonia?

A pneumonia é o resultado de uma inflamação na zona do pulmão conhecida como «parênquima pulmonar»,  onde ocorrem as trocas gasosas essenciais para a vida humana.

Contudo, esta inflamação pode causar a acumulação de líquidos inflamatórios nos alvéolos e dos bronquíolos, que os obstruem, dificultando esse tipo de trocas.

Consequentemente, esta inflamação acaba por reduzir também a elasticidade dos pulmões.

Causas

As causas da pneumonia podem ser várias e são, normalmente, diferentes nos adultos e nas crianças.

Muitas vezes, nos mais pequenos, a pneumonia surge como resultado de uma constipação relacionada com a rinite ou febre.

Já nos adultos, as causas nem sempre são tão claras, pois a sua origem pode estar relacionada com vários fatores. Eis alguns deles:

  • bactérias — são normalmente a causa mais comum de pneumonia;
  • vírus — inclusive os vírus que causam a gripe, a mononucleose e a varicela podem provocar também este tipo de infeção;
  • fungos — bastante comuns em pessoas com imunodeficiência;
  • inalação de gases tóxicos — a exposição a certo tipo de químicos.

Quando ocorre em ambientes hospitalares, geralmente é mais grave, devido à quantidade de microrganismos que existem nos hospitais.

Importância de um sistema imunitário forte

A pneumonia desenvolve-se na maior parte dos casos quando o sistema imunitário se encontra enfraquecido. Muitas vezes não é só a entrada de um organismo infecioso possivelmente causador, mas uma quantidade elevada de bactérias a sobrecarregarem as defesas normais do corpo. Assim, pessoas com as defesas mais comprometidas estão mais expostas a esta doença.

Este tipo de infeção pulmonar é mais séria nestes casos, particularmente em crianças, idosos e pessoas com determinadas doenças como cancro ou HIV (pessoas em que, como já salientámos, há uma maior incidência de infeções fúngicas).

Sintomas

O sintoma mais recorrente da pneumonia é a tosse com expetoração (expulsão de secreções das vias respiratórias). Contudo, os sintomas podem ser outros e variam muitas vezes em função do quadro clínico e da extensão da doença.

Nos bebés muitas vezes o único sintoma detetado é a respiração ruidosa e rápida, ou a recusa em comer. Já nos idosos, há casos em que a confusão súbita é o único sintoma.

Outros sintomas da pneumonia são:

  • baixos níveis de oxigénio no sangue;
  • baixa pressão arterial;
  • abcesso do pulmão;
  • empiema pulmonar (a acumulação de pus entre o pulmão e a caixa torácica).

Diagnóstico da pneumonia

O diagnóstico da pneumonia é importante, pois existem doenças que podem gerar o mesmo conjunto de sintomas.

A auscultação do tórax com o estetoscópio é o método mais simples, mas não é o mais comum. Normalmente é exigida uma radiografia torácica, para que garantir que se excluam outras hipóteses.

Porém, existem formas mais eficazes, como a tomografia computorizada que, por fornecer imagens de melhor resolução, é muitas vezes o procedimento selecionado. Em algumas ocasiões são também feitas análises ao sangue ou à expetoração.

A colheita de líquido pleural ou a realização de uma broncoscopia são outras formas de diagnosticar a pneumonia em casos mais graves.

Tratamento

Muitas vezes, o tratamento da pneumonia é feito em casa, não sendo necessária a hospitalização. Esta é apenas aconselhável quando existem doenças mais graves ou quando ocorre um agravamento dos sintomas nos primeiros dias.

Dependendo dos casos, o tratamento pode passar por antibióticos ou medicamentos apropriados ao tratamento de determinados vírus.

E como prevenir a pneumonia?

A melhor forma de combater a pneumonia é preveni-la. Isso, por sua vez, pode passar pela vacinação e também por alguns hábitos que contribuem para o bom funcionamento do seu sistema imunitário.

Estes são:

  • evitar o tabaco;
  • nutrição adequada;
  • exercício físico.

Caso esteja com tosse, deve preocupar-se em eliminar as secreções que a provocam de modo a que não se desenvolvam infeções pulmonares.

A suplementação alimentar pode também ser uma forma de estimular o seu sistema imunitário.

O EMITIUM® Imunologia é um suplemento alimentar 100 % natural que o ajuda a evitar problemas de saúde relacionados com a baixa imunidade, como é o caso da pneumonia. Experimente-o!

EMITIUM® Imunologia é um suplemento alimentar que ajuda a fortalecer as suas defesas e contribui para combater o ataque de agressões externas.

como encomendar EMITIUM®

COMPRAR ONLINE

A partir de 2 caixas, o envio é grátis

300 509 108

De segunda a sexta-feira das 8 ás 16h (telefone fixo nacional)

NA SUA FARMÁCIA
Solicite Emitium® com:
  • nome do produto 
  • Se não encontrar o produto desejado na sua farmácia de confiança, lembre que o farmacêutico pode encomendá-lo com o Código Nacional Português: 6464925.
Se não conseguir encontrar o suplemento nas farmácias da tua área, escreva a: [email protected].

opiniões verificadas EMITIUM® Imunologia

Opiniões de clientes sobre EMITIUM® Imunologia

A classificação média é 4.61

Baseado em 23 opiniões

17
5
0
0
1
As avaliações são verificadas por
13 / 02 / 2021
Não conhecia o produto em si, mas pela sua composição agradou-me bastante e até agora estou satisfeita.
08 / 02 / 2021
Satisfeita com este produto até agora e espero alcançar bons resultados.
20 / 12 / 2020
Tenho ido mais vezes a casa de banho , deve ser normal digo eu !!!!
Laboratórios Niam respondeu o 08 / 01 / 2021
Bom dia, Muito obrigado pela sua confiança nos Laboratórios Niam e nos nossos suplementos. Emitium Imunologia é um suplemento alimentar de dupla ação que contém probióticos selecionados para ajudar a aumentar as defesas. Também contém vitaminas, minerais e extratos vegetais que fortalecem o sistema imunitário. Em relação aos sintomas que referiu, quando altera a sua alimentação, ou começa a toma de um suplemento alimentar, o trânsito intestinal pode variar mas normalmente se estabiliza ao fim de ums dias. Se tiver mais dúvidas, Escreva-nos, gostariamos muito de ajudar. Cumprimentos
Veja mais opiniões
Fechar opiniões
Cargando comentarios

temas sobre as defesas

POSTS MAIS VISITADOS

AS NOSSAS REDES SOCIAIS

emitium®

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

EMITIUM® Imunologia