fbpx

temas sobre a sop

Opiniões sobre PCOS®, suplemento alimentar
POSTS MAIS VISITADOS

Prolactina e hiperprolactinemia

Já ouviste falar de prolactina? E sabes de que modo é que atua no teu corpo?

Apesar de ser uma hormona que, em maior quantidade, surge sobretudo no organismo das mulheres grávidas, a prolactina está presente em todas as mulheres e também em homens.

Vamos dar-te a conhecê-la, bem como às consequências e tratamentos em casos de prolactina alta.

Vem daí!

Prolactina: o que é?

A prolactina é uma hormona comummente associada à gravidez e ao período da amamentação. Isto porque é responsável pela estimulação das glândulas mamárias que produzem o leite materno.

Porém, mesmo que não estejas grávida ou a amamentar, a prolactina continua a fazer parte do teu organismo, servindo para o controlo de outras hormonas.

Aliás, nas mulheres, ela desempenha um papel fundamental durante a ovulação e a menstruação.

A prolactina alta pode, contudo, trazer-te alguns problemas aos quais deves prestar atenção. Embora mais recorrente nas mulheres, os homens também podem ter a prolactina alta e sofrer as suas consequências.

Afinal, o que é a hiperprolactinemia?

Hiperprolactinemia é, precisamente, o nome dado ao fenómeno que ocorre no organismo devido à prolactina alta.

Costuma surgir com mais frequência em mulheres grávidas ou que foram mães recentemente, pois os níveis desta hormona estão mais elevados nessa fase.

No entanto, as causas vão além da gravidez, sendo a hiperprolactinemia um fenómeno que pode afetar mulheres que não estejam em período de gestação ou pós-parto, e também homens em idade fértil.

Causas da hiperprolactinemia

As razões para a prolactina alta podem estar associadas a vários fatores.

Entre estes, destacamos os seguintes:

  • gravidez e amamentação;
  • doenças como adenoma da hipófise ou a Síndrome dos Ovários Poliquísticos (SOP);
  • problemas relacionados com o sistema endócrino, como o hipotireoidismo;
  • efeitos secundários de certos tipos de medicação;
  • stress físico e psicológico.

Sintomas da hiperprolactinemia

Os sintomas da hiperprolactinemia são variados.

Aliás, alguns deles são comuns tanto a mulheres como a homens que tenham a prolactina alta.

Vejamos alguns:

  • libertação de leite mamário;
  • infertilidade;
  • osteoporose;
  • perda de líbido;
  • dores de cabeça;
  • alterações de visão.

Mulheres e homens: os sintomas que diferem

No que diz respeito a sintomas específicos, nas mulheres a prolactina alta faz-se sentir também nos atrasos ou perda dos ciclos menstruais e no desenvolvimento de sintomas da menopausa.

Em mulheres que estão na pré-menopausa, pode ocorrer também uma diminuição da secreção de estradiol.

Nos homens com prolactina alta é normal a ocorrência de reduções nos níveis de testosterona e na produção de espermatozoides. Este problema pode também levar ao aumento das mamas e a disfunção eréctil.

Como diagnosticá-la?

O diagnóstico da hiperprolactinemia, causada pela prolactina alta, é efetuado com base no quadro clínico do paciente e nos sintomas experienciados.

Porém, podem realizar-se exames complementares para um diagnóstico mais preciso.

Os exames que podem contribuir para detetar a hiperprolactinemia são:

  • ressonância magnética;
  • análises ao sangue;
  • testes hormonais.

E de que forma tratar ou prevenir a hiperprolactinemia?

Tratamento

O tratamento da condição provocada pela prolactina alta é efetuado maioritariamente através de fármacos.

Quando o hipotireoidismo é o causador da hiperprolactinemia, deve ser feito um tratamento para repor a hormona da tiroide, cuja carência possa estar a causar o problema.

Prevenção

Quanto à prevenção, depende do que que possa ter desencadeado a subida de prolactina no organismo.

Caso a prolactina alta esteja relacionada com a toma de medicamentos que possam estar a interferir nos níveis hormonais, deve ser efetuado um ajuste na medicação de modo a melhorar os sintomas da hiperprolactinemia.

Outras sugestões estão relacionadas com a gestão do stress físico e psicológico que, como salientámos, pode ser também uma das causas deste problema.

pcos redondo farmacias

PCOS® e hiperprolactinemia

Caso sofras de SOP e esta possa ser uma das causas para a sua prolactina alta, podes sempre optar pela suplementação alimentar.

O PCOS® é um suplemento alimentar 100 % natural desenvolvido especialmente para mulheres que sofrem desta síndrome e pode-te ajudar a regular os níveis de prolactina – tantas vezes desregulados devido à SOP.

Apenas uma cápsula diária pode contribuir para melhorar o teu estilo de vida e fazer-te sentir sempre bem!

Ademais, PCOS® pode ainda ajudar-te a aliviar sintomas como o hirsutismo, a alopecia ou o acne. Porque não experimentares?

PCOS® é um suplemento alimentar que contribui para o alívio dos sintomas da Síndrome dos Ovários Poliquísticos como o acne ou a menstruação irregular.

como encomendar pcos®

COMPRAR ONLINE

A partir de 2 caixas, o envio é grátis

300 509 108

De segunda a sexta-feira das 8 ás 16h (telefone fixo nacional)

NA SUA FARMÁCIA
Solicita PCOS® com:
  • nome do produto 
  • Se não encontrares o produto desejado na tua farmácia de confiança, lembra que o farmacêutico pode encomendá-lo com o Código Nacional Português6283283.
Se não conseguires encontrar o suplemento nas farmácias da tua área, escreve a: [email protected].

opiniões verificadas Pcos®

Opiniões de clientes sobre PCOS® – Síndrome do Ovário Poliquístico

A classificação média é 4.47

Baseado em 85 opiniões

57
15
10
2
1
As avaliações são verificadas por
17 / 03 / 2021
Encomendei uma segunda embalagem pois a primeira está quase a acabar. Noto bastante diferença na pele - está menos oleosa e noto uma redução enorme da acne.
10 / 03 / 2021
Já tomo há três meses. Ainda não vi melhorias significativas.
Laboratórios Niam respondeu o 10 / 03 / 2021
Olá, obrigado pela sua opinião. Segundo os resultados das nossas pesquisas, PCOS® é eficaz em 8 em cada 10 mulheres. Uma vez estabilizados os períodos menstruais, outros sintomas como excesso de pelo, acne e excesso de peso podem ser atenuados num espaço de 3 e 6 meses, a partir do início da toma de PCOS. Na maioria dos estudos clínicos, as mulheres que o experimentaram viram os seus ciclos normalizados depois de dois meses de toma de PCOS. Porém, este tempo é meramente indicativo e depende da reação do seu organismo e do seu nível hormonal quando começas a tomá-lo. Os melhores cumprimentos
03 / 03 / 2021
Ainda é cedo para avaliar o produto, hoje é meu primeiro dia, mas o que me levou a comprar foi saber todos os benefícios para além de ser um tratamento natural! Estou muito confiante e ansiosa para os resultados
Veja mais opiniões
Fechar opiniões
Cargando comentarios

Posts relacionados

temas sobre a sop

Opiniões sobre PCOS®, suplemento alimentar
POSTS MAIS VISITADOS

AS NOSSAS REDES SOCIAIS

Pcos®

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PCOS® Suplemento alimentar para a regulação hormonal