Partilhar:

Ter uma menstruação irregular pode ser um sintoma de que algo não está bem com o seu corpo, pelo que o nosso conselho é que esteja atenta aos sinais e os leve a sério.

Os riscos de uma menstruação irregular podem depender de fatores muito diversos mas, antes de mais, vamos contar-lhe o que é uma menstruação regular, o que não é, e em que casos deveria estar mais atenta.

 

Un reloj de arena con arena de color rojo

O que é um ciclo regular e uma menstruação irregular?

Um ciclo considera-se regular quando dura 28 dias, com uma menstruação de entre 3 e 5 dias e que apresenta uma quantidade de sangrado normal (nem excessivo nem demasiado escasso). Mas o nosso corpo não se rege por uma norma matemática, não somos robots nem computadores, pelo que deve assumir estes valores como algo orientativo.

De tal forma que só 15% das mulheres apresentam um ciclo que se ajusta a estas características tão regulares e concretas.

 

menstruação irregular

Então, como sei se tenho uma menstruação irregular?

Cada mulher é diferente, ou seja, os ciclos variam de uma mulher para outra e continuam a considerar-se normais se durarem entre 21 e 35 dias. O tempo conhecido por todas como sendo 28 dias é uma média, não uma norma. Se a si lhe aparecer a cada 23 ou a cada 34 dias, não tem de tornar-se uma preocupação para si.

Contudo, se o seu ciclo durar mais de 35 dias, se tiver ausências habituais ou se durante mais de 3 meses observar muita irregularidade nos seus ciclos, o nosso conselho é que visite o seu médico ou ginecologista de confiança. A prevenção e a informação podem poupar-lhe muitíssimos incómodos.

Artigo ? Se tem o período irregular, vai interesar-lhe lêr isto

 

Una madre sujeta a su bebé en el sofá

Algumas causas comuns de uma menstruação irregular

Existe uma grande variedade de motivos que podem causar-lhe um ciclo irregular. As mulheres que são saudáveis e não sofrem nenhum distúrbio hormonal podem ter menstruações irregulares em certos momentos da sua vida, por motivos como:

Mudanças corporais rápidas: como descer ou subir de peso com num curto espaço de tempo

Problemas na alimentação ou distúrbios alimentares

▶ Temporadas de stresse, nervos, desgostos ou angústia

▶ Viagens e mudanças na rotina diária

Excesso de atividade física ou praticar muito desporto

Outra causa habitual para os distúrbios na menstruação são as mudanças que acontecem no corpo durante a vida reprodutiva:

➡ Nos primeiros anos depois da primeira menstruação, é habitual que o ciclo seja irregular por causa das flutuações na produção de hormonas

➡ Nos meses posteriores ao parto

➡ Durante o período de amamentação

➡ Depois de deixar os anticoncetivos hormonais, como por exemplo a pílula

 

Riscos de uma menstruação irregular

Uma causa muito habitual que nem todas conhecem: a Síndrome do Ovário Poliquístico

Cerca de 10% das mulheres no período fértil sofrem um distúrbio hormonal conhecido como Síndrome do Ovário Poliquístico (ou Síndrome do Ovário Policísitico, tambén conhecido como SOP).

E o sintoma mais comum deste distúrbio é, precisamente, um ciclo menstrual irregular. Trata-se de um distúrbio hormonal muito comum e habitualmente leve que costuma vir acompanhado de outros sintomas como:

Acne

Hirsutismo (excesso de pelos em zonas como o queixo, o peito, o abdómen, as costas, etc., seguindo padrões tipicamente masculinos)

Alopecia androgenética (padrão masculino)

Aumento de peso 

Se tiver uma menstruação irregular e apresentar além disso algum destes outros sintomas, é possível que tenha Síndrome do Ovário Poliquístico e não o saiba.

Não se preocupe: não é grave nem tem por que tornar-se um obstáculo na sua vida.

Na verdade, se acaba de descobrir que pode ter Síndrome do Ovário Poliquístico, está de parabéns porque o primeiro passo para começar a sentir-se melhor é aplicar as medidas adequadas.

E é muito importante que se informe para começar a cuidar de si adequadamente. Deve saber que ter Síndrome do Ovário Poliquístico não significa que tenha de viver com esses sintomas.

Significa que é preciso cuidar de si de maneira a normalizar os seus níveis hormonais e melhorar os sintomas mais incómodos.

 

Mulher pensativa

O que é o Síndrome do Ovário Poliquístico

A Síndrome do Ovário Poliquístico é um transtorno hormonal no qual os ovários da mulher produzem mais hormonas masculinas do que o desejado. Isto acarreta diversas consequências, principalmente períodos menstruais irregulares ou ausência do período durante mais de 3 meses.

Também tem sintomas externos como tendência ao excesso de peso, excesso de pelos na cara e no corpo, acne ou dificuldade para engravidar.

 

Consequências e complicações do Síndrome do Ovário Poliquístico

Como qualquer outro transtorno, a Síndrome do Ovário Poliquístico pode tornar-se um pouco incómodo se não lhe der a devida importância. Estas são algumas das complicações que podem sofrer as mulheres que apresentam SOP e que não sabem como combatê-lo:

➡ Problemas de fertilidade

➡ Aumento de colesterol

➡ Excesso de peso

➡ Desenvolvimento de diabetes

Ansiedade e depressão

Uma mulher pensando diante do rio

Pode acontecer que tenha Síndrome do Ovário Poliquístico… O que faço?

Saber que tem Síndrome do Ovário Poliquístico não o vai travar, mas sim todo o contrário: conhecer o que lhe está a acontecer é a única maneira de saber como aliviar esses sintomas.

Se tiver uma dor no dente do siso, provavelmente irá ao dentista para saber que soluções lhe pode oferecer… certo? Então com outros transtornos, como a Síndrome do Ovário Poliquístico, deveria acontecer o mesmo.

Artigo ? Que perigos têm os quistos nos ovários?

Apesar do Síndrome do Ovário Poliquístico não ter um tratamento curativo que o faça desparecer, é possível regular os níveis de forma natural, aliviando assim os seus sintomas e permitindo-a levar uma vida muito mais confortável. Para isso, é importante que tenha toda a informação ao respeito do mesmo.

 

Banner PCOS Saber Mais

 

Há muitos casos de mulheres que vão ao médico e o mesmo lhes receita a pílula anticoncetiva sem lhes oferecer um diagnóstico claro nem lhes explicar o que se está a passar com o seu organismo. Se for o seu caso, é importante que saiba que pode passar a sentir-se melhor, fazendo-o de maneira natural.

Para diminuir os sintomas provocados pelo Síndrome do Ovário Poliquístico, é essencial levar uma vida saudável. Uma alimentação equilibrada e saudável, uma dieta adequada, fazer exercício de maneira habitual e saber cuidar-se e gostar de si são maneiras de aliviar, e muito, os incómodos provocados por este trastorno.

Artigo ? Se tem SOP, estes deliciosos alimentos serão os seus melhores amigos

Além disso, complementar a sua alimentação com um suplemento alimentar especialmente desenhado para mulheres com Síndrome do Ovário Poliquístico ajuda-a a regular os seus ciclos menstruais, conhecer os seus dias férteis e aliviar os sintomas mais frequentes como excesso de pelos, queda de cabelo e acne.

Muitas mulheres descobriram que um complemento alimentar ajuda a melhorar os sintomas do Síndrome do Ovário Poliquístico. E a verdade é que se trata de um desequilíbrio hormonal e que agora você pode equilibrar os seus níveis de maneira natural.

 

Se quiser uma ajuda extra, temos boas notícias para si

produto PCOS Milhares de mulheres já experimentaram PCOS, o complemento alimentar que ajuda as mulheres com Síndrome de Ovário Poliquístico a regular os seus ciclos de maneira natural.

Como? PCOS ajuda a equilibrar os níveis hormonais que estão desajustados para assim conseguir regular os seus ciclos menstruais e aliviar os sintomas relacionados como excesso de pelos, acne ou alopecia.

Já são milhares as mulheres que experimentaram PCOS e partilharam as suas experiências no nosso site, no Facebook e no Amazon. Quer lê-las? Reunimo-las aqui:

Opinioes PCOS

Pode comprar PCOS:

Online aqui de forma totalmente segura e recebê-lo em sua casa em menos de 48h. Ah! E se comprar duas caixas ou mais, o envio é grátis 😉

☑ Por telefone, através do 961 074 088.

☑ Também pode encontrá-lo em muitas farmácias portuguesas e, se não o tiverem em armazém, podem trazê-lo para que comece a tomá-lo logo de seguida 🙂

Comece a sentir-se bem agora.

 

 

 

Onde posso encontrar PCOS®?

Nas farmácias

Solicite-o com o código nacional: 
C.N.P. 6283283

Siga-nos no Facebook

Partilhar: