secura vaginal na menopausa cactus

Contornar a secura vaginal na menopausa e ter uma vida sexual feliz

A secura vaginal carateriza-se pela ausência ou baixa lubrificação natural da vagina. É precisamente o corrimento diário da vagina da mulher que, além de proteger as paredes vaginais, tem por objetivo manter a elasticidade e a lubrificação deste órgão e, consequentemente, interferindo na excitação feminina.

Contudo, a secura vaginal é um problema mais frequente do que se imagina, não estando necessariamente associado a uma enfermidade específica que deva causar preocupação. No presente artigo falar-lhe-emos das várias causas que podem estar por trás da secura vaginal, a sua relação direta com a menopausa e o que fazer se sofre deste desconforto durante as suas relações sexuais.

 

secura vaginal

Como reconhecer a secura vaginal

Se não está certa de que sofre de secura vaginal, saiba que há alguns sintomas que a podem ajudar a identificar este problema. De seguida enumeramos alguns deles, na esperança de que a possamos ajudar a reconhecer os sinais do seu corpo:

  • sensação de ardor, prurido e comichão – que podem surgir devido ao uso de determinada roupa interior, produtos de higiene ou cremes cujo pH possa provocar alterações na mucosa vaginal, levando, em alguns casos, à secura vaginal;
  • sentir dor durante a penetração nas relações sexuais – de tal forma que sinta necessidade de interromper o ato;
  • aparecimento de pequenas lesões nas paredes vaginais – causadas por qualquer tipo de atrito e pela falta de lubrificação;
  • a própria ausência do corrimento vaginal – caraterístico de todas as mulheres;

Se identifica algum (ou mais do que um) destes sinais, é provável que sofra de secura vaginal. Contudo, é sempre importante que o seu médico lhe realize um diagnóstico mais detalhado para que possa saber o que fazer. Em todo o caso, não há razões para alarmes, já que a secura vaginal é facilmente solucionável.

 

mulher a beber agua

Causas da secura vaginal

São inúmeras as justificações para a secura vaginal que tanta afeta o prazer sexual das mulheres de todas as idades.

Algumas delas são:

  • a toma de determinados medicamentos como ansiolíticos, antidepressivos, entre outros, que podem secar as mucosas em geral, entre as quais a mucosa vaginal;
  • distúrbios hormonais que impliquem uma oscilação dos seus níveis de estrogénio, levando ao desconforto durante o ato sexual;
  • a ausência ou escassez de relações sexuais durante longos períodos de tempo, levando à falta de excitação, tão importante para potenciar a lubrificação da vagina;
  • infeções vaginais ou urinárias que, claro, provoquem algum desequilíbrio na flora vaginal;
  • a desidratação provocada por excesso de álcool ou por fumar com regularidade;
  • a gravidez e o aleitamento materno, que pode levar desregulações hormonais que, como dissemos, interferem nos níveis normais de secreção vaginal;
  • a menopausa que, como fase de mudança hormonal na vida da mulher, provoca uma diminuição do estrogénio no seu organismo e, consequentemente, pode provocar secura vaginal.

 

a secura vaginal na menopausa

A secura vaginal na menopausa

Durante a pré-menopausa e durante a menopausa é normal que a mulher sinta algum tipo de desconforto durante as relações sexuais, não só porque os baixos níveis de estrogénio diminuem a libido – fazendo-a sentir-se menos excitada e, consequentemente, menos lubrificada –, mas também porque o próprio ressecamento vaginal é caraterístico desta fase.

 

banner climafort

 

E porquê? Porque na menopausa ocorre um desequilíbrio hormonal que afeta a sua flora vaginal, diminuindo o número de células que formam a sua parede, deixando-a mais fina. Por sua vez, a baixa espessura da parede vaginal manifesta-se com secura vaginal.

 

combater a secura vaginal

Dicas para combater a secura vaginal na menopausa

Ter secura vaginal não é o fim da sua vida sexual, já que existem muitos tratamentos e sugestões que pode pôr em prática para trazer de volta a animação e o desejo à sua cama.

Pode, por exemplo:

  • apostar no uso de lubrificantes;
  • utilizar cremes ou sabonetes com um pH neutro, especialmente indicado para o equilíbrio da flora vaginal;
  • restringir a sua higiene íntima a, no máximo, duas vezes por dia;
  • evitar o uso de roupas demasiado apertadas, dando preferência por roupa interior feita de algodão;
  • manter uma vida sexual regular, melhorando a circulação sanguínea na vagina;
  • reduzir o stress;
  • ter uma alimentação equilibrada para manter os níveis hormonais equilibrados;
  • praticar atividade física.

 

Uma menopausa mais feliz com ClimaFort®

climafort com plantas

Além de todas estas dicas, aconselhamo-la a recorrer a um suplemento natural como o ClimaFort®.

Especialmente concebido para ajudar a aliviar as consequências mais incómodas da menopausa, o ClimaFort® é um suplemento que, tomado em alterativa ao tratamento hormonal, ajuda a combater as insónias, a irritabilidade e mau humor, bem como a fadiga e os malfadados afrontamentos que a deixam fora de si.

Com um fórmula feita à base de extrato patenteado de lúpulo, e com uma toma fácil (de apenas uma cápsula por dia), após um período de quatro a sete semanas, sentirá os efeitos positivos que os vários nutrientes, vitaminas e minerais deste suplemento terão em si.

Experimente CilmaFort® e verá que também a sua experiência sexual se tornará muito mais prazerosa. Oito em cada dez mulheres confirmam-no.

botão opiniões

Partilhar:

2 comentários em “Contornar a secura vaginal na menopausa e ter uma vida sexual feliz

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *