Tens SOP? Estes deliciosos alimentos serão os teus melhores amigos!

A Síndrome dos Ovários Poliquísticos (ou SOP) é um distúrbio hormonal que afeta a entre 6 a 10% das mulheres em idade fértil. Mais concretamente, é um alteração que está relacionado com as hormonas reprodutoras das mulheres e que também interfere no teu sistema metabólico.

Mas sabias que as mulheres com SOP devem ter alguns cuidados específicos na sua dieta para melhor controlarem os sintomas desta síndrome?

Hoje falamos-te um pouco sobre a alimentação para as mulheres que sofrem de Síndrome dos Ovários Poliquísticos. Anda daí!

Dicas de alimentação para quem tem SOP

A SOP pode provocar diferentes sintomas como períodos menstruais irregulares (ou mesmo ausência de menstruação), excesso de pelos na cara e corpo (o chamado hirsutismo), acne, excesso de peso, entre outros desconfortos.

Por isso, se te diagnosticaram SOP ou crês que podes sofrer deste distúrbio, o teu organismo agradecer-te-á se seguires uma alimentação equilibrada, dando especial prioridade àqueles produtos que te fazem sentir melhor.

Neste artigo falar-te-emos de alimentação ideal para quem sofre de SOP e, em particular, dos alimentos que melhor ajudarão o teu corpo nesse cenário. Se os converteres em alimentos habituais na tua dieta, sentir-te-ás menos inchada e ajudarás o teu organismo a regular os desequilíbrios hormonais sofridos pelas mulheres com SOP.

Criámos seis grupos de alimentos distintos importantes para quem tem SOP. Contudo, é necessário que tenhas em conta que uma alimentação saudável passa, na verdade, pelo bom equilíbrio entre eles.

alimentação para os ovários poliquísticos

Vegetais de folha verde

Os vegetais fazem bem à tua saúde por muitas razões e, em particular, os vegetais e hortaliças de folha verde podem ser grandes aliados na tua luta diária contra os sintomas da SOP.

E porquê?

Porque este tipo de vegetais contém muita fibra, pelo que ajudam a expulsar o teu corpo a expulsar aquilo de que não necessita. Além disso, favorecem a saúde intestinal e têm poucas calorias, estando carregados de nutrientes e antioxidantes – componentes muito benéficos para a tua saúde.

Outra das suas grandes vantagens é que a maioria destes vegetais pode ser comida como mais gostar: cruas ou cozidas. Contudo, deves que ter em conta que se as comeres cruas, por exemplo numa salada, estarás a manter intactas todas as suas propriedades, pelo que o seu aproveitamento nutricional será muito maior. 

Entre os vegetais de folha verde para quem sofre de SOP, recomendamos-te, sobretudo, o agrião, a alcachofra, o brócolos, os espinafres, a alface, a couve e a rúcula.

As outras hortaliças da tua horta

O segunda grande grupo de alimentos importante para quem sofre de SOP são as hortaliças – em geral (e não só as de folha verde) –, já que têm numerosas propriedades nutricionais.

E entre as hortaliças que te farão sentir melhor – devido ao seu índice glicémico – estão as beringelas, a cebola, a courgette, os espargos, o pepino, a pimenta e o alho

E talvez te estejas a perguntar porque não recomendamos o tomate… Porque o tomate tem um índice glicémico médio, pelo que se sofres de resistência à insulina (o que acontece em mulheres com SOP), recomendamos que o consumas pouco maduro e  com moderação.

Fruta fresca e da época

As frutas podem converter-se numa das tuas grandes fontes de vitaminas. Têm propriedades antioxidantes e diversas vantagens que as tornam muito atrativas a nível nutricional.

O problema é que certos tipos de frutas têm muito açúcar (natural) e isso pode afetar o teu organismo caso sofras de SOP e de resistência à insulina.

Então que frutas deve comer uma mulher com SOP? Aquelas que têm um menor índice glicémico e mais fibra. No Blog Cuide-se SOP, recomendamos-te cerejas, ameixas, toranjas, pêssegos, damascos, maçãs, laranjas, morangos, kiwis e peras.

Além do mais, deves evitar as frutas em calda e dar sempre prioridade à fruta da época. Também é melhor que as comas inteiras, mas se preferires fazer sumos, há um par de coisas a que deves estar atenta: ao triturar a fruta numa liquidificadora, estás a retirar-lhe a polpa, o que significa que estarás a ingerir apenas os açúcares e eliminar totalmente a fibra.

Mas não há razão para dramas: se fores daquelas mulheres que prefere sumos, tenta incluir a polpa que te sobra ou no sumo ou num iogurte natural. Assim aproveitarás todos os seus benefícios da fruta.

Os cereais, sempre integrais

Cereais e farinhas integrais

Este conselho é aplicável para quem tem Síndrome dos Ovários Poliquísticos e, em geral, para todas as pessoas: o melhor para a tua saúde e para o meio ambiente é que escolhas consumir cereais integrais.

Ser ‘integral’ significa que o cereal tem o grão inteiro, isto é, um grão do qual não foi retirada a pele que o cobre. Por isso, os cereais integrais têm uma cor mais escura. Essa pele é pura fibra e a ajudar-te-á a sentires-te fenomenal já que, tal como os vegetais de folha verde, os cereais integrais ajudam o teu corpo a expulsar aquilo de que não necessita.

As farinhas brancas que existem no pão, na massa ou no arroz branco são nocivas para a sua saúde, são mais rapidamente digeridas e, (más notícias), engordam. Além disso, não ajudam a manter os teus níveis de açúcar no sangue equilibrados.

Por outro lado, os produtos integrais ajudam a que a libertação da glucose no sangue ocorra de forma mais lenta e, por isso, fazem com que te sintas saciada durante mais tempo, reduzindo a vontade de comer e, consequentemente, ajudando-te a controlar o peso.

Por isso, escolhe – sempre que possas – pão integral, arroz integral, massa integral, quinoa integral e outros cereais como a aveia.

Por fim, deves dar sempre prioridade a produtos frescos e cuja origem conheces, escolhendo comprar aqueles que estejam à venda no mercado ao invés de no supermercado.

Posso comer glúten se tenho SOP?

Há muitas mulheres com SOP que procuram saber qual é a conveniência de consumir (ou não) glúten e a respeito deste tema há muitas opiniões. O certo é que, atualmente, não há estudos consideráveis que atribuam à mulher com SOP uma dieta com ou sem glúten.

Contudo, a verdade é que existem indícios de que uma dieta rica em produtos com glúten em pessoas que, em princípio, não são intolerantes pode provocar um aumento de alergias e outras intolerâncias. E isso pode acontecer sobretudo em mulheres com doenças como a endometriose ou distúrbios como a SOP.

Por isso, e já que o consumo de glúten não é imprescindível ao organismo, se sofres de SOP recomendamos-te que o evites ou, pelo menos, que reduzas a sua presença na tua dieta. Para isso, é importante que saibas que os principais cereais que contêm glúten são o trigo, o centeio e a cevada. 

Alimentación equilibrada y Síndrome de ovarios poliquísticos

As proteínas

As proteínas são macronutrientes que intervêm na constituição dos músculos, dos tendões e dos órgãos do teu corpo. E no caso das mulheres com SOP, uma das grandes vantagens das proteínas é que não aumentam os níveis de glucose no sangue. Além disso, a sua digestão é um pouco mais complexa e, por isso, aumenta a sensação de saciedade.

Se tens SOP, opta por consumires proteínas baixas em gordura. A maioria das fontes de proteína vêm de animais como as aves, o porco ou a vaca. Também te sentirás bem com o consumo de peixe pelos com alto teor de ómega 3, como é o caso da sardinha, da cavala, do atum ou do salmão.

Se és vegetariana ou preferes consumir outro tipo de alimentos, podes recorrer às leguminosas como como o grão de bico, as lentilhas, ou as ervilhas, que também fornecem proteína e potássio ao teu organismo.

Gorduras: sim, por favor… mas só das boas

Nos anos 70 e 80, descobriu-se a relação entre o consumo de gorduras e o excesso de peso. A partir daí, transformou-se a gordura num demónio que tinha de se evitar a todo o custo.

A indústria reagiu rápido: apareceram os produtos light, que tinham menos gordura e o mesmo sabor. Contudo, como é que o conseguiu? Adicionando outro ingredientes artificiais, entre eles açúcares refinados e potenciadores de sabor.

Felizmente, vivemos num tempo em que temos bastante informação disponível e formas de aceder a ela. Hoje, sabemos, por exemplo, que as gorduras são muito importantes numa alimentação equilibrada, sobretudo no que diz respeito à absorção de certos nutrientes essenciais. Por isso, é importantíssimo saber distinguir as gorduras boas das gorduras más. 

Desde que as escolhas bem e as consumas com moderação, estarás a proporcionar ao teu corpo uma fonte de energia importante. Para as diferenciar, deves saber quais são as que procedem de fontes naturais, já que essas serão sempre as que te farão melhor.

Entre essas gorduras boas existem dois tipos:

  • Gorduras monoinsaturadas, como o abacate, as amêndoas, as azeitonas ou o azeite.
  • Gorduras poli-insaturadas, como os ómega 3 e 6, que encontras nos peixes gordos (sardinhas, salmão, anchovas etc) ou nas nozes.

SOP-PCOS

Como vês, a alimentação tem um papel fundamental na tua saúde e pode fazer com que te sintas melhor. Como saberás, a SOP não tem cura conhecida, mas tu podes fazer com que ela se desative’ se conseguires equilibrar os teus níveis hormonais e de insulina com uma boa alimentação, exercício físico frequente e um suplemento alimentar eficaz.

Se queres ajudar o teu organismo a regular os níveis hormonais de forma natural, podes recorrer a PCOS®, uma pequena grande ajuda para que te sintas bem.

Descobre PCOS® cápsulas

PCOS - Síndrome do Ovário Poliquístico

PCOS®  é um suplemento alimentar em cápsulas que ajuda a equilibrar os níveis hormonais das mulheres com SOP.

O melhor de PCOS®  é que não é um tratamento hormonal. Ao ser 100% natural, não tem efeitos secundários nem interações com medicamentos.

Se adotares uma alimentação equilibrada e combinares a sua ação com a toma de PCOS®, ajudarás o teu corpo a regular-se de forma natural,  recuperando o controlo.

SOP-PCOS

Para obteres mais informação, podes também consultar opiniões reais de raparigas que já experimentaram PCOS aqui:

E não te esqueças que gostamos sempre de saber de ti. Por isso, deixa-nos o teu comentário, sugestão, agradecimento ou crítica um pouco mais abaixo. 

Partilhar:

PCOS® é um suplemento alimentar que contribui para o alívio dos sintomas da Síndrome dos Ovários Poliquísticos como o acne ou a menstruação irregular.

como encomendar pcos®

COMPRAR ONLINE

A partir de 2 caixas, o envio é grátis

300 509 108

De segunda a sexta-feira das 8 ás 16h (telefone fixo nacional)

NA SUA FARMÁCIA
Solicita PCOS® com:
  • nome do produto 
  • Se não encontrares o produto desejado na tua farmácia de confiança, lembra que o farmacêutico pode encomendá-lo com o Código Nacional Português6283283.
Se não conseguires encontrar o suplemento nas farmácias da tua área, escreve a: consultas@laboratoriosniam.com.

Posts relacionados

AS NOSSAS REDES SOCIAIS

Pcos®

2 comentários em “Tens SOP? Estes deliciosos alimentos serão os teus melhores amigos!

    • Laboratorios NIAM diz:

      Bom dia, Marisa 🙂

      Sim. PCOS é compatível com a pílula e também se pode tomar sozinho. Se o que deseja é deixar a pílula e regular os seus ciclos com um suplemento natural, PCOS pode ajudá-la a regular o período. Isto é, deve ter em conta que PCOS não é um método anticoncepcional. Deste modo, há muitas mulheres que o tomam quando querem regular os ciclos naturalmente com o objetivo de ficarem grávidas. Também é importante entender que PCOS não é um medicamento, pelo que o seu efeito começa a notar-se depois de um período de entre 2 a 3 meses tomando. Se ainda tiver alguma dúvida sobre abandonar a pílula anticonceptiva, pode perguntar ao seu médico, já que é quem melhor conhece o seu caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *