fbpx

temas sobre a sop

POSTS MAIS VISITADOS

O que é o melasma e como o tratar

O melasma é um termo utilizado para designar um tipo de manchas escuras, de tom acastanhado, que podem surgir na pele.

Embora seja uma doença benigna, pode muitas vezes afetar a autoestima do indivíduo.

O aparecimento deste tipo de manchas cutâneas é mais comum na face — nomeadamente nas bochechas, na testa, no nariz e na zona ao redor da boca. Contudo, pode também aparecer noutras partes do corpo, como no pescoço e nos antebraços.

Venha daí e fique a conhecer mais sobre o melasma.

Tipos de melasma

O melasma pode ser de três tipos, dependendo da camada de pele onde surgem as manchas.

Esses tipos de melasma são:

  • epidérmico — localiza-se na camada exterior da pele (a epiderme) e é mais fácil de tratar, pois a pele responde mais facilmente aos cuidados aplicados;
  • dérmico — localiza-se numa camada mais profunda da pele (a derme) e por isso demora mais tempo a responder aos tratamentos;
  • misto — uma combinação dos dois tipos anteriores.

Melasma: as causas

Mais comum nas mulheres, o melasma está associado ao excesso de melanina, um pigmento que dá cor à pele.

Esta hiperpigmentação manifesta-se na formação das manchas na pele já mencionadas e que constituem o melasma.

Ora, mas o próprio aumento da melanina no nosso organismo pode estar associado a diversos fatores.

Continue a ler-nos e saiba quais são.

Exposição ao sol

Uma das principais causas do melasma está associada à exposição solar.

A melanina age como um protetor natural da pele quando exposta ao sol, contribuindo para a defesa da pele contra os raios ultravioleta.

Este é o motivo pelo qual a pele se bronzeia quando em contacto com o sol. Porém, quando este contacto é excessivo, pode haver perturbações no processo que resultam no aparecimento do melasma.

Deste modo, a exposição solar pode não só ser a causa para o aparecimento das manchas, como as pode agravar.

Alterações hormonais

As alterações hormonais são também uma das principais causas do melasma.

A produção de melanina está relacionada com a progesterona e o estrogénio — hormonas que são produzidas em maior quantidade durante a gravidez. Por isso, é comum que estas manchas surjam durante a gravidez.

Nestes casos, é-lhes atribuído também o nome de cloasmas ou «panos».

Além disto, é possível que as alterações hormonais provocadas pela toma de contracetivos orais também contribuam para a formação destas manchas cutâneas.

Predisposição genética

A hiperpigmentação que causa o melasma é mais comum em peles mais escuras, podendo assim estar relacionado com a herança genética do indivíduo.

E porquê? Porque quanto mais escura for a pele, maior será a sua concentração de melanina e desta feita as probabilidades de desenvolver melasma serão mais elevadas.

Outros fatores

Acredita-se também que estas manchas podem ser provocadas pela deficiência de zinco ou surgir em reação a determinados medicamentos ou cosméticos.

Muitas vezes também o stress é colocado como uma possível causa do melasma.

Prevenção do melasma

A melhor forma de combater este tipo de manchas é através da prevenção. Uma vez que uma das suas maiores causas é a exposição solar, é aconselhável que a evite em excesso. Deve proteger-se com óculos escuros e com um chapéu para o sol.

Quando houver contacto direto entre a sua pele e a luz solar, sugerimos-lhe a utilização de um protetor solar de fator elevado. Assim, evitará que o seu corpo produza melanina em excesso.

Tratamento

Existem, contudo, alguns tratamentos de pele aos quais pode recorrer, como peelings químicos ou laserterapias.

O objetivo destes tratamentos é, sobretudo, despigmentar as camadas de pele onde ocorreram as manchas.

É também importante salientar que, em situações em as manchas são desencadeadas por um fator que chega ao fim — como é o caso da gravidez —, por vezes os níveis de melanina acabam por se equilibrar por si só e as manchas desaparecem.

EMITIUM® Pele: para combater as manchas na pele

Os suplementos alimentares podem ser também uma boa ajuda para manter a sua pele saudável. EMITIUM® Pele é um suplemento alimentar feito com ingredientes 100 % naturais. Construído à base de probióticos especificamente selecionados, vitaminas, minerais e curcuma, o seu objetivo é proteger as células de ácidos oxidativos e manter o bom funcionamento da pele.

A sua composição contém também zinco que, quando em falta, pode provocar melasma.

EMITIUM® Pele pode ser a ajuda de que precisa para evitar ou combater as manchas na pele! Porque não experimentar?

EMITIUM® Pele é um suplemento alimentar de dupla ação que favorece o aspeto saudável da pele.

como encomendar EMITIUM® Pele

COMPRAR ONLINE

A partir de 2 caixas, o envio é grátis

300 509 108

De segunda a sexta-feira das 8 ás 16h (telefone fixo nacional)

NA SUA FARMÁCIA
Solicite Emitium® com:
  • nome do produto 
  • Se não encontrar o produto desejado na sua farmácia de confiança, lembre que o farmacêutico pode encomendá-lo com o Código Nacional Português: 6636969.
Se não conseguir encontrar o suplemento nas farmácias da sua área, escreva a: consultas@laboratoriosniam.com.

AS NOSSAS REDES SOCIAIS

EMITIUM® Pele

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *